A capital paulista registrou uma multa de trânsito a cada 20 minutos no ano passado. A arrecadação atingiu R$ 898,5 milhões. O balanço divulgado pela Agência Estado com base em levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostra um aumento de 69,5% no desrespeito por parte dos motoristas às faixas e corredores de ônibus. As estatísticas apresentam um recorde de 10,6 milhões de autuações no trânsito paulistano, alta de 4,5% se comparado ao total de 2013. Em contrapartida, houve queda de 8,6% nas infrações por desrespeito ao rodízio municipal de veículos, de 0,4% por excesso e velocidade e de 26% no trânsito irregular de caminhões. A quantidade de multas deve aumentar na capital paulista. Até o fim do mês, a prefeitura deve credenciar 1,6 mil guardas civis metropolitanos (GCMs) para fiscalizar o trânsito. O efetivo deve ser incrementado por 100 policiais militares que terão a mesma missão. Os motoristas serão fiscalizados ainda por 1,8 mil marronzinhos da CET, 600 radares e 1,8 mil pms do Comando de Policiamento de Trânsito. Para iniciar o trabalho no trânsito, os GCMs passam por treinamento de três meses. Depois recebem o talão de multas e a autorização para exercício da função de fiscalização. O convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Transportes e a Guarda Civil terá duração de cinco anos.

Fonte: radarnacional

" />

Multas na capital paulista atingem recorde em 2014 com alta de 70%.

A capital paulista registrou uma multa de trânsito a cada 20 minutos no ano passado. A arrecadação atingiu R$ 898,5 milhões. O balanço divulgado pela Agência Estado com base em levantamento da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) mostra um aumento de 69,5% no desrespeito por parte dos motoristas às faixas e corredores de ônibus. As estatísticas apresentam um recorde de 10,6 milhões de autuações no trânsito paulistano, alta de 4,5% se comparado ao total de 2013. Em contrapartida, houve queda de 8,6% nas infrações por desrespeito ao rodízio municipal de veículos, de 0,4% por excesso e velocidade e de 26% no trânsito irregular de caminhões. A quantidade de multas deve aumentar na capital paulista. Até o fim do mês, a prefeitura deve credenciar 1,6 mil guardas civis metropolitanos (GCMs) para fiscalizar o trânsito. O efetivo deve ser incrementado por 100 policiais militares que terão a mesma missão. Os motoristas serão fiscalizados ainda por 1,8 mil marronzinhos da CET, 600 radares e 1,8 mil pms do Comando de Policiamento de Trânsito. Para iniciar o trabalho no trânsito, os GCMs passam por treinamento de três meses. Depois recebem o talão de multas e a autorização para exercício da função de fiscalização. O convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Transportes e a Guarda Civil terá duração de cinco anos.

Fonte: radarnacional