Luiz Moan, presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), disse que está agendada uma reunião técnica na próxima quarta-feira (28/1) e prevê que o anúncio da decisão deva acontecer no dia 2/2. O dirigente da associação também informou que se reuniu no dia 22/1 com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e representantes de entidades do setor de petróleo, gás natural e combustíveis. Hoje, o percentual de etanol anidro misturado à gasolina vendida para o consumidor brasileiro está estipulada em 25%. A presidenta Dilma Rousseff sancionou um projeto de lei em setembro de 2014 com a intenção de permitir o aumento do percentual para 27,5%, mas a viabilidade técnica dessa mistura ainda deve ser comprovada. Para Moan ainda não há definição do percentual a ser adotado, e ressalta a falta de estudos sobre durabilidade e desempenho dos veículos com quantidade maior de etanol nos tanques.

Fonte: transportabrasil

" />

Governo deve decidir em fevereiro se aumenta percentual de etanol na gasolina.

Luiz Moan, presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), disse que está agendada uma reunião técnica na próxima quarta-feira (28/1) e prevê que o anúncio da decisão deva acontecer no dia 2/2. O dirigente da associação também informou que se reuniu no dia 22/1 com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e representantes de entidades do setor de petróleo, gás natural e combustíveis. Hoje, o percentual de etanol anidro misturado à gasolina vendida para o consumidor brasileiro está estipulada em 25%. A presidenta Dilma Rousseff sancionou um projeto de lei em setembro de 2014 com a intenção de permitir o aumento do percentual para 27,5%, mas a viabilidade técnica dessa mistura ainda deve ser comprovada. Para Moan ainda não há definição do percentual a ser adotado, e ressalta a falta de estudos sobre durabilidade e desempenho dos veículos com quantidade maior de etanol nos tanques.

Fonte: transportabrasil