Obras do Daer na região de Santa Maria recuperam 185,54 km de rodovias.

As condições de tráfego da região Central do Estado estão sendo renovadas pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) por meio do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) de Santa Maria e Cachoeira do Sul. No momento, a autarquia está finalizando a recuperação da RSC-481, uma importante rota para o escoamento da produção de tabaco e feijão do Estado.

Os trabalhos em 21,6 quilômetros da rodovia, entre a localidade de Vila Progresso, em Arroio do Tigre, e o entroncamento com a ERS-347, em Sobradinho, devem ser concluídos dentro de um mês. “Estamos com uma frente de trabalho entre Vila Progresso e Arroio do Tigre, fazendo a fresagem e o recapeamento do pavimento”, informa Rogério Uberti, diretor-geral do órgão. As outras equipes atuam no sentido Sobradinho - Arroio do tigre, realizando os mesmos serviços do trecho anterior. “Para finalizarmos, restam cerca de 4,40 quilômetros no entorno de Sobradinho”, completa.

No total, o contrato prevê a recuperação de 34,14 quilômetros da RSC-481, com manutenção constante nos quatro anos seguintes. “Entre Cerro Branco e Novo Cabrais, realizamos a recuperação através do Programa Restauro, que em breve será incluído no Crema. Assim, garantimos as condições de trafegabilidade dessa via de forma duradoura”, destaca o dirigente.

As obras do Crema na região iniciaram ainda em 2016, com ações preliminares que envolvem a limpeza da rodovia. As intervenções no pavimento começaram no mês de outubro.  Atualmente, além da RSC-481, somente a ERS-149 ainda não teve os trabalhos concluídos. De acordo com Uberti, o segmento entre Formigueiro e Restinga Seca precisou passar por alguns ajustes no projeto. “Vamos executar a base com 20 centímetros de espessura, além da capa com Cimento Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), com cinco centímetros”. A previsão é de que os serviços nos 12,75 quilômetros restantes sejam finalizados em fevereiro de 2019.

Fonte: daer