Mortes no trânsito cearense caem 65% durante o carnaval.

Balanço divulgado pelo governo cearense aponta a redução de 65% nas mortes em rodovias estaduais durante o carnaval. Entre 13 e 17 de fevereiro, 11 pessoas perderam a vida nas estradas, contra 17 no mesmo período de 2014.

Houve também redução de feridos, de 79%. Foram 84 e 20 vítimas com ferimentos, respectivamente, em 2014 e 2015. Os acidentes também diminuíram, de 110 para 48, redução de 56%.

O trabalho conjunto de equipes de fiscalização do Detran e Polícia Rodoviária Estadual culminou em 7 mil infrações, sendo 5 mil por excesso de velocidade. Quase 2 mil autuações foram registradas por veículos não licenciados, condutores alcoolizados, e falta de capacete por motociclistas.

A polícia abordou 8 mil veículos, dos quais 286 foram guinchados para o pátio do Detran de Maraporanga. Foram autuados 550 condutores por infringirem a Lei Seca. Os motoristas responderão a processo administrativo, pagarão multa de R$ 1,9 mil e podem ter a CNH suspensa por doze meses.

DETRAN e PRE atuaram durante o período de 13 a 17 último com 600 agentes, mobilizando 09 viaturas, 170 etilômetros, 57 motos e 17 guinchos (reboques), realizando 155 operações em todas as regiões do Estado,(litoral, sertão e serras).

Foram realizadas 155 operações no período, sendo 64 nas praias com o objetivo de coibir a circulação de veículos de duas ou mais rodas. Os agentes fizeram 40 operações nas regiões do Estado (Cariri, Serão Central, Centro-Sul, Vale do Jaguaribe, Serras -Guaramiranga e Ibiapaba – e Zona Norte); 18 operações nos municípios litorâneos (Leste, Fortaleza a Aracati; e Oeste  Fortaleza a Jericoacoara), 18 operações nas áreas de saída de Fortaleza (postos da PRE) e 15 operações em Fortaleza e Região Metropolitana.

Fonte: radarnacional