Duplicação da PR-445 começa no primeiro trimestre deste ano.

Sete empresas se candidataram às obras de modernização e duplicação de 15,2 quilômetros da PR-445, entre Londrina e o distrito de Irerê. Os envelopes com as propostas de preço foram abertos na tarde desta segunda-feira (29) pela Comissão de Licitações do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR), na sede do órgão, em Curitiba.

A obra está orçada em mais de R$ 135 milhões e deve começar ainda no primeiro trimestre deste ano. Os descontos oferecidos para executar o serviço passam de 30%.

Agora, o DER-PR analisa as documentações apresentadas pelas sete empresas para confirmar se todas estão aptas a participar do certame. Nos próximos cinco dias estas empresas podem entrar com recursos contestando o que foi apresentado nestas propostas. Se não houver impedimentos, o DER-PR deve anunciar a vencedora ainda no mês de fevereiro. Após esta fase haverá um novo período para que empresas derrotadas contestem o resultado.

“É uma obra bastante complexa, com oito novas pontes construídas em uma altura mais adequada, já levando em conta períodos de cheia que hoje causam transtornos”, explicou o secretário estadual da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho.

De acordo com o projeto, haverá duas novas trincheiras e quatro viadutos nos distritos de Irerê e Cegonha. A Ponte dos Apertados será alargada e ao lado dela será construída uma nova. A atual ponte sobre o Ribeirão Três Bocas será demolida e no local haverá duas novas pontes.

Também serão construídas quatro novas pontes nas marginais da rodovia sobre os Ribeirões Cafezal e Três Bocas. Em toda a extensão do trecho a ser duplicado haverá a necessidade de construir muros de contenção para preservar a faixa de domínio. A previsão de conclusão da obra é de dois anos a partir da emissão da ordem de serviço.

No final de dezembro do ano passado, a população de Londrina teve a oportunidade de conhecer mais detalhes deste projeto. O diretor de Operações do DER-PR, Paulo Montes Luz, e o superintendente da Regional Norte, Sergio Selvatici, apresentaram todos os detalhes em uma audiência pública no auditório do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar).

PASSARELAS - Começaram a ser construídas na semana passada as três novas passarelas na PR-445 entre Londrina e Cambé. Estas estruturas têm investimentos totais do Governo do Estado de R$ 1,8 milhão e devem ficar prontas em seis meses.

MARGINAIS – Nos próximos meses haverá uma licitação para modernizar 13 quilômetros de vias marginais no trecho da PR-445 entre os municípios de Londrina e Cambé. Estes trabalhos devem custar R$ 3,9 milhões. “Quando o trânsito foi desviado para a duplicação daquele trecho, houve um desgaste anormal nas marginais”, lembrou José Richa Filho.

Entre 2013 e 2014, o Governo do Estado investiu R$ 44,2 milhões em 17 quilômetros de duplicação e fez uma parceria com a concessionária Econorte para a duplicação de mais 5,5 quilômetros, entre Cambé e Warta.
Fonte: der