Detran-PR destrói 190 mil lacres de placas veiculares

O Detran do Paraná destruiu 190 mil lacres de placas veiculares em desuso no mês de dezembro. A medida tem por objetivo evitar fraudes ou o uso indevido do material.

O material passou por um equipamento de trituração e foi pesado e embalado para o descarte, conforme exigência da Lei 12.305/10 da política Nacional de Resíduos Sólidos. Este processo foi registrado em Formulário de Manifesto de Resíduos Sólidos, com assinatura dos responsáveis envolvidos.

Os trabalhos também foram acompanhados pela Comissão de Descarte de Lacres de Placas de Identificação de Veículos, estabelecida em novembro de 2014. A comissão é formada pelos funcionários Cícero Pereira da Silva; da Coordenadoria de Veículo, Andresa Souto Favaretto, Controladoria de Inspeção e Auditagem e Luiz Fernando Tomcyk, da Assessoria Militar do Detran, serve para evitar qualquer tipo de desvio de material e assegurar que a destinação dos lacres seja feita da forma correta.

O Detran do Paraná destruiu 190 mil lacres de placas veiculares em desuso no mês de dezembro. A medida tem por objetivo evitar fraudes ou o uso indevido do material.

O material passou por um equipamento de trituração e foi pesado e embalado para o descarte, conforme exigência da Lei 12.305/10 da política Nacional de Resíduos Sólidos. Este processo foi registrado em Formulário de Manifesto de Resíduos Sólidos, com assinatura dos responsáveis envolvidos.

Os trabalhos também foram acompanhados pela Comissão de Descarte de Lacres de Placas de Identificação de Veículos, estabelecida em novembro de 2014. A comissão é formada pelos funcionários Cícero Pereira da Silva; da Coordenadoria de Veículo, Andresa Souto Favaretto, Controladoria de Inspeção e Auditagem e Luiz Fernando Tomcyk, da Assessoria Militar do Detran, serve para evitar qualquer tipo de desvio de material e assegurar que a destinação dos lacres seja feita da forma correta.

Código de leitura
O Detran-PR estabeleceu por meio de portaria, a partir de julho de 2013, a adoção do lacre numerado e com QR Code, um código que permite escaneá-lo para leitura por câmeras fotográficas e acesso à internet.

A partir da nova tecnologia, as informações ficam no banco de dados do Detran e do Denatran e permitem o controle de origem e destino das placas. A ferramenta também evita erros de digitação das fábricas credenciadas e durante o preenchimento do cadastro no veículo do sistema do Detran.

“Já foram gerados aproximadamente um milhão e seiscentos mil lacres com QR Code no Paraná em nove estados da federação neste processo. A produção de novos lacres representa avanços tanto na logística quanto na segurança e rastreabilidade dos veículos,” conta o presidente da fábrica Brasil Tran Industria de Lacres, Paulo Roberto de Souza.

 

 

O Detran-PR estabeleceu por meio de portaria, a partir de julho de 2013, a adoção do lacre numerado e com QR Code, um código que permite escaneá-lo para leitura por câmeras fotográficas e acesso à internet.

A partir da nova tecnologia, as informações ficam no banco de dados do Detran e do Denatran e permitem o controle de origem e destino das placas. A ferramenta também evita erros de digitação das fábricas credenciadas e durante o preenchimento do cadastro no veículo do sistema do Detran.

“Já foram gerados aproximadamente um milhão e seiscentos mil lacres com QR Code no Paraná em nove estados da federação neste processo. A produção de novos lacres representa avanços tanto na logística quanto na segurança e rastreabilidade dos veículos,” conta o presidente da fábrica Brasil Tran Industria de Lacres, Paulo Roberto de Souza.

Fonte: r7