BR-050 tem mais 31 km de pista dupla.

As obras de melhorias e ampliação da capacidade da BR-050 em Goiás avançam em ritmo acelerado. A MGO Rodovias liberou ao tráfego em junho mais um trecho de 31 quilômetros de rodovia duplicada, entre o km 190+500 e o km 221+500. Com a conclusão desse novo trecho, os motoristas já viajam de Cristalina (GO) a Campo Alegre de Goiás com mais conforto e segurança.

A pista existente teve sua geometria adequada, o pavimento restaurado e sua sinalização alterada para pista dupla. Separadas por canteiro central gramado, cada uma das pistas tem duas faixas de tráfego de 3,6 metros, uma faixa de segurança de 1 metro e 3 metros de acostamento.  Também fazem parte das obras e foram liberadas ao tráfego três intersecções (trevos, viadutos, retornos), nos kms 202+700, 207+280 e 209+680, que possibilitam aos motoristas melhor acesso a Campo Alegre de Goiás e a Ipameri, além de retornos nos dois sentidos da rodovia.

A concessionária concluiu assim a meta do 3º ano de obras (01/07/2017 a 30/06/2018) de 31,0 quilômetros de pista duplicada, cumprindo rigorosamente o cronograma estabelecido no contrato de concessão. Somados às obras já realizadas entre julho de 2015 a junho de 2017; já estão prontos 122,1 quilômetros ou 55,9% do total de 218,5 quilômetros de rodovia a serem duplicados em Goiás, até o final do primeiro semestre de 2020.

Novas frentes de obras

Desde janeiro, já está em andamento a duplicação de novo trecho de 14,5 quilômetros, entre o km 221+500 e o km 236+000, abrangendo os municípios de Campo Alegre de Goiás e parte de Catalão, com conclusão prevista para dezembro deste ano. Simultaneamente, avançou também implantação de pista dupla e outras obras em mais 39,4 quilômetros da BR-050, rumo a Catalão, entre o km 236+000 e o km 275+400, que serão finalizadas em maio de 2019. Nessa data, teremos 176 quilômetros de rodovia duplicada no Estado de Goiás, o equivalente a 80% do total estabelecido no contrato de concessão.

Para adequar as obras de duplicação à realidade atual e atender às necessidades das comunidades locais; com a concordância da ANTT, a MGO Rodovias contratou uma empresa especializada para realizar Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA, a partir do qual serão feitas alterações nos projetos executivos das obras mais complexas nos perímetros urbanos de Catalão e Cristalina, que originalmente são de 2012, e assim atender as demandas no quinto e último ano de obras (01/07/2019 a 30/06/2020).

Fonte: mgorodovias